Ginásios PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

A história do nascimento na ginástica no Estádio José de Alvalade, começou com a inauguração de um ginásio onde existia, nos últimos anos, o Museu, ligado á secção de tiro e ao ciclismo. Antes de 1974 praticava-se ginástica artística e de formação geral. Nesses tempos a ginástica funcionava principalmente na rua do Passadiço, onde dividia o espaço com o Estádio.

Em 1974, a ginástica do SCP estava instalada em força na antiga sede da rua do Passadiço e tinha expressão nacional e internacional.

Devido ás convulsões politicas a direcção do Clube decidiu encerrar as instalações na rua do Passadiço e transferiu tudo para o Estádio; onde de imediato se percebeu que um ginásio era demasiado pouco para as necessidades do clube.

A solução seria apresentar um projecto para a construção de mais dois ginásios à Direcção Geral dos Desportos (DGD) que apontava para a grande procura da prática da ginástica no SCP, havendo espaço disponível mas o Clube não dispunha de verbas. O pedido foi excepcionalmente bem aceite pelo professor Melo de Carvalho director da DGD de tal modo que no dia seguinte estava um engenheiro e um arquitecto do organismo governamental.

Durante a construção desses dois ginásios, as pessoas aceitaram as dificuldades inerentes aos trabalhos e nunca deixaram de fazer ginástica, encarando as dificuldades como muita motivação.

Assim, no ano lectivo de 1975 /1997, iniciou-se a nova era de Alvalade que terminou em 2004, com a transferência para o edifício Multidesportivo.

Com três ginásios a funcionar, passou-se de 300 alunos para 1200, pelo que foi necessário arranjar novas soluções. Em 1977 foram construídos mais dois ginásios e mais tarde com a construção da bancada nova nasceram mais ginásios.

Desta forma a ginástica do SCP chegou rapidamente aos 5000 atletas, um número que atesta o êxito da aposta da massificação da modalidade.

A grande expansão quantitativa e qualitativa da ginástica do SCP ganhou novo impulso e na década de 80 os praticantes atingiram a impressionante cifra de 8000 praticantes. As solicitações para actuações das classes da ginástica do SCP surgiam de todo o país. Mas também a nível internacional com sucessivas participações na Gimnstrada.

Os Saraus da ginástica do SCP, afirmaram a modalidade como um factor de grande valor agregativo da família leonina, os quais simbolizavam todo o esforço realizado pelos construtores da modalidade no Clube.

 

Estádios, Sedes e Campos

O SCP, desde a sua formação, fixou como objectivo o desenvolvimento da prática desportiva multidisciplinar, albergando inúmeras modalidades.

Neste contexto a evolução dos espaços sociodesportivos no nosso grande Clube é um aspecto relevante na história da instituição que pretendemos abordar neste sub menu.

 

Facebook Twitter YouTube Google+ RSS