A Bancada Nova PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Em 1983, foi inaugurada a bancada nova, uma obra que era um sonho presente na mente dos Sportinguistas desde o dia 10 Junho de 1956, data da inauguração do Estádio José Alvalade. Esta obra proporcionou a possibilidade a mais 15000 pessoas de assistirem, em Alvalade, a diversas manifestações desportivas e festivais de música.

Construção da Bancada Nova

A Bancada Nova não ficou a ser apenas um melhoramento significativo de estádio, entendido como recinto para prática do futebol e do atletismo. É verdade que esta nova construção representou o desaparecimento da mítica pista de ciclismo, então utilizada com pouca frequência.

Por outro lado, porém, outros sectores de actividade desportiva adquiriram então um alento como nunca se registara.

Construção da Bancada Nova

Em 1984, o Estádio José Alvalade, com a sua nova bancada, e as imediações, integravam 40 ginásios, sete pavilhões, uma pista de gelo, dois campos de treino relvados, uma pista de tartan, salão de bingo, sistema de rega, iluminação reforçada e uma capacidade aumentada em 15000 espectadores.

Esta nova dinâmica Sportinguista também significou uma coisa espantosa: inúmeros clubes portugueses tinham nas suas fileiras atletas formados e iniciados no SCP.

Podia afirmar-se sem qualquer receio que o SCP assumia, nessa altura, a posição de maior força desportiva nacional, o que naturalmente enchia de orgulho todos os Sportinguistas.

Construção da Bancada Nova

A Bancada nova permitiu que 7500 ginastas utilizassem os 40 ginásios existentes, numa manifestação espantosa de crescimento desportivo, só possível num quadro de aposta na massificação, aplicando-se uma tendência reforçada com o 25 de Abril e que o SCP encarou como um dos seus objectivos mais significativos.

A Bancada Nova acabou por se tornar num santuário das modalidades de alto rendimento do SCP quando a nova nave, no espaço por ele proporcionada foi ocupada por dois recintos cobertos que substituíram o pavilhão destruído para dar lugar ao metro do campo grande.

Este novo espaço permitia a actividade permanente que atletas do Clube desenvolviam ao longo do dia; praticavam-se no SCP 22 modalidades, todas elas capazes de conquistar títulos.

 

Estádios, Sedes e Campos

O SCP, desde a sua formação, fixou como objectivo o desenvolvimento da prática desportiva multidisciplinar, albergando inúmeras modalidades.

Neste contexto a evolução dos espaços sociodesportivos no nosso grande Clube é um aspecto relevante na história da instituição que pretendemos abordar neste sub menu.

 

Facebook Twitter YouTube Google+ RSS