A inauguração do Estádio José Alvalade em 1956 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Sexto campo foi edificado segundo projecto do arquitecto Anselmo Fernandez, posteriormente também o grande técnico da conquista da Taça das Taças. Resultou de um grande esforço de mobilização de todo o Clube, que permitiu a edificação de um recinto monumental dotado de uma bancada central coberta e bancadas superiores e laterais que faziam superar, em muito, os problemas da lotação registados no anterior Estádio.

A inesquecível inauguração!

A inauguração do Estádio José Alvalade foi uma coisa nunca antes vista. Pela primeira vez reuniram-se 60000 pessoas num Estádio, proporcionado a receita, nunca atingida até então, de 3600 contos. Os dirigentes leoninos não deixaram vender 7000 bilhetes para o peão, porque a lotação estava sobrelotada e era perigoso.

Cerca de 250 delegações desportivas com cerca de 3000 atletas, vindas de todo o país, de África, América dignificaram aquela jornada inesquecível.

O jogo de futebol com o Vasco Gama do Brasil, concluiu o programa. Para a inauguração da luz eléctrica foi convidada uma selecção húngara, composta por alguns dos melhores futebolistas da altura.

Nota ainda para o festival de ciclismo que contou com Louis Bobet um dos principais ciclistas da época, e também para os meetings de atletismo.

Inicialmente dotado de pistas de ciclismo e de atletismo, e herdando o peão do seu antecessor, o Estádio sofreu importantes remodelações ao longo de quase 47 anos de vida, designadamente o rebaixamento do relvado com o desaparecimento da pista de ciclismo e, em 1983, a substituição do peão pela bancada nova, do lado Nascente na presidência de João Rocha.

O Estádio “fechado” era um sonho dos sportinguistas desde o início. Situado na depois simbolicamente designada Rua Francisco Stromp, o Estádio José Alvalade permitiu logo a seguir á inauguração os primeiros jogos nocturnos do Sporting, pois foi dotado com torres de iluminação com capacidade sucessivamente melhorada. A demolição parcial iniciou-se em 2002, com a redução em cerca de 30 por cento da sua capacidade, que viera a ser adaptada ao longo dos anos com a instalação de cadeiras em todos os lugares. Antes do início da demolição o Estádio José Alvalade tinha cerca de 50 mil lugares.

O sexto campo foi um marco imponente numa história de recintos desportivos do Sporting caracterizados sempre pelas boas condições para a época em que foram utilizados. Vale a pena, por isso, passar uma breve vista de olhos sobre a história das instalações desportivas do Sporting.

O sexto campo foi o Estádio José Alvalade inaugurado em 10 Junho de 1956.

 

Estádios, Sedes e Campos

O SCP, desde a sua formação, fixou como objectivo o desenvolvimento da prática desportiva multidisciplinar, albergando inúmeras modalidades.

Neste contexto a evolução dos espaços sociodesportivos no nosso grande Clube é um aspecto relevante na história da instituição que pretendemos abordar neste sub menu.

 

Facebook Twitter YouTube Google+ RSS