Atletismo PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Carlos Lopes

Carlos Alberto de Sousa Lopes nasceu em Vildemoinhos, a 18 de Fevereiro de 1947. Chegou ao Sporting com 20 anos de idade. Ingressou no clube depois de ter sido terceiro< classificado no nacional de juniores. Correu pelo Sporting nos 18 anos seguintes. Conquistou a Medalha de Ouro da Maratona, nos Jogos Olímpicos de Los Angeles.

Carlos Lopes

Dionísio Castro

Dionísio Castro nasceu em Fermentões no dia 22 de Novembro de 1963. Começou a treinar no Sporting um ano depois do gémeo Domingos, portanto em Outubro de 1985.

Dionísio Castro

Domingos Castro

Domingos Castro nasceu em Fermentões (Guimaraês) no dia 23 de Novembro de 1963. Começou a correr no Lameirinho, em 1982, e por lá ficou durante uma época. Depois ingressou no Sporting. Corria o ano de 1984. Um ano depois era a vez de mano Dionísio entrar para o Clube.

Domingos Castro

Fernando Mamede

Fernando Eugénio Pacheco Mamede nasceu em Beja, no dia 1 de Novembro de 1951 e ingressou no Sporting em 1968 por ter sido o vencedor dos Campeonatos Escolares (1000 metros), com tempo de 2.38,6 minutos. Em 1984 bateu o recorde do mundo dos 10 mil metros com o tempo de 27.13,81 minutos. Terminou a sua carreira em 1989.

Fernando Mamede

Moniz Pereira

Mário Alberto Moniz Pereira nasceu em Lisboa no dia 11 de Fevereiro de 1921. O Professor Moniz Pereira (“o senhor atletismo”) é das figuras mais carismáticas do Sporting Clube de Portugal, onde actualmente exerce funções de Vice-Presidente do Conselho Directivo, mas também onde foi tudo: treinador e dirigente.

Moniz Pereira

 

Júlio Rendeiro

A história do SCP foi edificada com o contributo de inúmeros atletas que desde 1906 concretizaram um sonho que estará sempre por cumprir.

Nos primeiros tempos tratavam-se de atletas que simultaneamente eram dirigentes, seccionistas, roupeiros numa comovente demonstração de amor à camisola.

Neste espaço pretendemos evocar os homens e mulheres que engrandeceram o ideal de Francisco Stromp. Queremos valorizar aqueles que, nas mais diversas modalidades, transformaram o SCP na maior potência desportiva nacional, num dos maiores da Europa em títulos conquistados e no topo do mundo com mais de uma centena de atletas olímpicos.

Assumimos o legado deixado pelas várias gerações de atletas e por ele lutamos convictamente.

 

Facebook Twitter YouTube Google+ RSS