Museus do SCP PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
História
Sexta, 25 Junho 2010

O SCP é um clube repleto de originalidades.

Entre outras, está o facto de ser o único clube do Mundo com dois museus.

O primeiro, sito na cidade de Leiria, resultou da dedicação e do enorme esforço de um adepto do Clube.

Bernardes Diniz foi o adepto que encontrou nesta importante obra uma forma de participar na vida do seu Clube.

Este museu foi durante muitos anos o principal museu do SCP, contando entre o seu espólio de verdadeiras relíquias da história do nosso Clube.

Aquando da edificação do museu do Sporting Clube de Portugal no Estádio em 1995, o museu de Leiria cedeu diversos objectos ao novo museu situado na capital.

A Torcida Verde participou na "operação museu" através do transporte de inúmeros troféus para o novo espaço, situado no Estádio José de Alvalade e, ainda em 1988 na projectada biblioteca do SCP (posteriormente cancelada) cujo espólio seria incorporado no museu .

Com a construção do novo Estádio, nasceu o "Mundo Sporting", substituindo a denominação do "Museu do Sporting".

Trata-se de um espaço amplo e moderno, maximizado com o recurso à interactividade que a nova tecnologia permite.

Está indubitavelmente ao nível dos melhores museus de Clube.

 

A nossa História do SCP

Ousar abordar a história do nosso SCP, na perspectiva do adepto, é um desafio a que nos propomos.

Não é uma abordagem personalizada nas figuras e figurões que têm pass(e)ado pelo nosso Clube. Na Torcida Verde abominamos e desprezamos essa "análise" muito característica de uma determinada mentalidade identificada com a visão "sincrónica da história".

Preferimos a análise diacrónica onde se releva a instituição no contexto sócio desportivo, como aliás é apanágio da "história moderna".

Não pretende por isso ser a história oficial, que revela sempre a "perspectiva" destes ou daqueles dirigentes que na ocasião presidem aos destinos do Clube.

Por tudo isto esta é a nossa história do SCP.

 

Facebook Twitter YouTube Google+ RSS