No limiar da fundação PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

No ano de 1906 gerou-se uma divisão entre os membros do clube que defendiam uma colectividade vocacionada para festas e actividades de "convívio social" e os futuros sportinguistas, que insistiam na dedicação à vertente multi-desportiva.

Mais de duas dezenas de membros abandonaram o clube, entre os quais José Gavazzo, José Stromp e José Alvalade, que encontrou no seu avô Visconde de Alvalade, apoio fundamental em dinheiro mas também logístico em terrenos para o campo de jogos, na sua própria quinta.

Entusiasmado, José Alvalade profetizou "Queremos que o Sporting seja um grande clube, tão grande como os maiores da Europa!"

Em 14 de Abril 1906, a recém criada colectividade adoptou a designação provisória de Campo Grande Sporting Club.

 

A nossa História do SCP

Ousar abordar a história do nosso SCP, na perspectiva do adepto, é um desafio a que nos propomos.

Não é uma abordagem personalizada nas figuras e figurões que têm pass(e)ado pelo nosso Clube. Na Torcida Verde abominamos e desprezamos essa "análise" muito característica de uma determinada mentalidade identificada com a visão "sincrónica da história".

Preferimos a análise diacrónica onde se releva a instituição no contexto sócio desportivo, como aliás é apanágio da "história moderna".

Não pretende por isso ser a história oficial, que revela sempre a "perspectiva" destes ou daqueles dirigentes que na ocasião presidem aos destinos do Clube.

Por tudo isto esta é a nossa história do SCP.

 

Facebook Twitter YouTube Google+ RSS