At. Bilbau 3 - Sporting 1


Saímos de cabeça erguida

O futebol aproxima povos e culturas

Sábado, 28 Abril 2012

A deslocação da Torcida Verde à capital do Pais Basco foi uma inolvidável jornada que orgulha os militantes que nela participaram. Foi um retorno à cidade onde estivemos 1985 a Torcida já havia estado para o jogo dos oitavos de final da Taça UEFA.

Ainda no dia 25 de Abril, dia da Liberdade, chegaram à nossa sede os adeptos que lotaram os transportes organizados para a tour. Nos primeiros momentos do dia 26 de Abril rumaram a Bilbau com uma inabalável convicção na conquista do acesso à final.

As longas horas dos 860 kms foram ultrapassadas com grande fervor, alimentando a esperança que só os verdadeiros adeptos possuem.

Em Bilbau vivia-se um ambiente de enorme paixão clubistica, demonstrando a fortíssima ligação do povo Basco ao clube local. As janelas coloridas com as bandeiras do Athletic, seriam um pequeno sinal do que ao longo deste dia presenciaríamos.

A este respeito esperamos fazer uma reportagem mais alargada sobre as particularidades únicas que esta deslocação evidenciou. Afinal é possível a simbiose jogadores adeptos. Afinal é possível fazer do futebol uma festa onde o respeito e a solidariedade falam mais alto.

Esta foi uma experiência com muitas ilações e vários ensinamentos. Nesta deslocação também houve lugar para o convívio com adeptos Bascos que nos ajudaram no transporte dos materiais de apoio para o estádio, uma vez que o policiamento obrigou os autocarros a ficaram relativamente afastados de San Mamés.

Nota também para o pedido de desculpa destes adeptos Bascos, visivelmente envergonhados com a vergonhosa gaiola que reservaram para os adeptos leoninos. Na verdade os Leões não toleram jaulas (os do Atlético de Bilbau são conhecidos pelos leões de San Mamés) disseram-nos eles, claramente embaraçados.

No Estádio San Mamés vivemos uma jornada plena, enquanto adeptos. Num ambiente de grande fervor clubista dos Bilbainos. Seguramente podemos afirmar que os dois mil e tal Sportinguistas dignificaram o emblema com um apoio tantas vezes no limite. Uma entrega à altura da equipa que em campo nunca se inferiorizou nem tão pouco vergou à mítica atitude basca.

Na entrada do onze treinado por Sá Pinto, foi aberta uma novíssima bandeira feita propositadamente para esta jornada, que saudava os futebolistas leoninos.

No início do 2º tempo houve oportunidade para a Torcida Verde manifestar solidariedade para com Inigo Cabanas, o adepto do A. Bilbau tão brutalmente quanto estupidamente assassinado pelo policiamento local, em plenos festejos do apuramento para esta eliminatória com o Sporting.

Uma bandeira de 8ms por 8ms com o retrato do malogrado adepto foi acompanhada com a frase "Gogoan Zaitugu" que significa "jamais te esqueceremos".

Foi tão comovente como inesquecível a reação em uníssono dos adeptos locais que retribuíram a iniciativa da Torcida Verde com um impressionante coro de aplausos. Inesquecível e também um grande orgulho por participarmos numa jornada que potencia a aproximação entre povos e culturas diversas.

No final do jogo oferecemos esta bandeira a um grupo de adeptos Bascos que connosco haviam convivido no jogo da primeira mão em Lisboa.

Esta foi uma eliminatória nos antípodas do embate com o outro Atlético, o de Madrid. O que talvez tenha envergonhado os habituais profetas da desgraça e todos os seus filmes.

A dramática eliminação do nosso Sporting terá sido atenuada por uma jornada em que a condição de adepto saiu prestigiada. Como ficou também prestigiada a imagem do grande SCP, pelo desempenho dos seus profissionais de futebol.

At. Bilbau 3 - SCP 1
At. Bilbau 3 - SCP 1
At. Bilbau 3 - SCP 1
At. Bilbau 3 - SCP 1
At. Bilbau 3 - SCP 1
At. Bilbau 3 - SCP 1
At. Bilbau 3 - SCP 1
At. Bilbau 3 - SCP 1
 

 

Facebook Twitter YouTube Google+ RSS