Honra aos presentes
Segunda, 20 Dezembro 2010

Levski Sófia 1 - Sporting 0

Na última jornada da fase de grupos da Liga Europa o SCP deslocou-se a Sófia para defrontar o Levski.

Primeiro destaque para os adeptos Sportinguistas presentes, e entre estes para a dezena de elementos da Torcida Verde que suportaram um inclemente nevão que nunca fez esmorecer a fidelidade às cores verde e brancas, ainda que confrontados com uma exibição confrangedora do onze de Paulo Sérgio.

Esta era uma jornada em que estava em jogo a honra e imagem do SCP em Portugal mas também a nível internacional.

O facto do primeiro lugar no grupo assegurar a presença da próxima eliminatória, jamais poderá ser um factor de menor empenho de profissionais pagos a peso de ouro.

Este foi um jogo mediatizado por "fait-divers" grotescos, sem qualquer espaço para a valorização do mais importante para qualquer adepto: o jogo dentro das quatro linhas, o resultado!

Da renovação do contrato de um futebolista que depois da exibição de Sófia passará a auferir um ordenado verdadeiramente "obsceno", à estreia de um "novo equipamento" da marca desportiva que equipa o futebol Sad, passando pelas discussões entre ex-dirigentes e o actual director desportivo...minimizaram a importância de um jogo internacional que o futebol leonino tem uma tradição a prestigiar, ontem como hoje e sempre!

Vivem-se tempos difíceis onde quaisquer considerações sobre o momento do SCP poderão ser "armadilhadas", senão mesmo manipuladas pelas forças que se digladiam nos bastidores na nomenclatura do Clube.

Mais que encontrar "bodes expiatórios" de ocasião, porque o futebol vive um momento complicado, talvez fosse mais consequente recuar aos idos anos 90 do século passado e revisitar o "infalível projecto roquette" com todos os seus agentes, autores e actores.

Também em 2000 e em 2002 o SCP vivia momentos muito complicados como instituição, e as vitórias do futebol, lançaram os adeptos numa "euforia cega"...ignorando o processo de desmantelamento da identidade clubista, então em marcha.

A actual desestabilização que assola o SCP, deriva dos resultados do futebol SAD. Eis a "futebolização" do SCP em todo o seu esplendor. Se o futebol leonino atravessasse um bom momento, estaria tudo bem. Dirigentes, jogadores, dirigentes, ex-dirigentes estariam em sintonia, ou em silêncio. Como em 2000, como em 2002. No entanto na conquista desses dois títulos talvez se encontrem algumas das causas para a actual situação do futebol do SCP e por arrasto do Clube. Sem dúvida um paradoxo que indicia a encruzilhada que só os verdadeiros adeptos como nós sentem e vivem.

Somo nós adeptos que sentimos e vivemos o ideal clubista que temos o dever de não esmorecer, de não desanimar. Porque como se pode ler numa coreografia da Torcida Verde: "Só se perdem batalhas quando se abdica da luta" ou ainda "O contrário de ganhar não é perder, é desistir!"

A questão não é perder que faz parte da competição desportiva. A questão é como perder. No verdadeiro profissionalismo não há lugar para a desmotivação e a falta de atitude. A nossa luta não são os futebolistas que neste ou noutro qualquer momento representam a SAD.

A nossa luta tem 104 anos de história inimitável que nenhum profissional medíocre consegue destruir.

Vídeo:
http://youtu.be/GsRFgZxoTlU

 

Deslocação a Sofia
Deslocação a Sofia
Deslocação a Sofia
Deslocação a Sofia
Deslocação a Sofia
Deslocação a Sofia

 

 

Facebook Twitter YouTube Google+ RSS