Académica 1 - SCP 1


Um dos últimos símbolos do Ideal Leonino

Jornada de tributo e militância

Domingo, 10 Março 2013

O súbito desaparecimento do presidente João Rocha marcou de forma transversal toda a nação Sportinguista com memória e ciosa da história e tradição do verdadeiro SCP.

Na Torcida Verde aquando do minuto de silêncio apresentámos a frase de tributo "J. Rocha eis o Presidente" como forma de evocar um dos últimos símbolos do Ideal Leonino.

Este facto exigiu-nos antecipar para o período de aquecimento o tifo de intervenção em relação ao escabroso preço dos bilhetes - 20 euros, que uma vez mais flagelou os nossos adeptos. "Cidade de estudantes, preços de doutores" foi a frase exposta até á entrada das equipas no relvado.

No início do 2º tempo apresentámos o tifo, inicialmente projectado para o arranque da partida e que o desaparecimento do presidente João Rocha exigiu que fosse adiado para o reinício do jogo.

Desta vez a inspiração veio do mítico Charlie Chaplin, popularizado como Charlôt. "Sei que sou apenas um Palhaço. O que me coloca num nível muito acima de qualquer político", foi a frase proferida pelo actor.

A nossa adaptação ousou substituir o termo político por notável, uma "casta" que parece proliferar nos meandros do mundo da bola e daqueles que comentam, opinam e vomitam dicas acerca do nosso Grande SCP.

Para concluir esta intervenção direccionada para os doutos notáveis que poluem e traem o legado de homens como o agora desaparecido João Rocha, surgiriam ainda as frases "Nos palhaços conscientes, Vós notáveis dementes".

No terreno de jogo, a jovem equipa verde e branca demonstrou uma natural inconstância, fruto da imaturidade de grande parte dos seus atletas. O empate, ainda que mau resultado para a nação Sportinguista, não nos pode demover de continuar a lutar pelas cores verdes e brancas.

Jornal A Bola >>>
Jornal Record >>>

 

 

Facebook Twitter YouTube Google+ RSS