Porto 2 - Sporting 0


Atenção, deixem acabar o R. Madrid - Barcelona

Deslocação à Invicta a horas impróprias

Terça, 9 Outubro 2012

Num período particularmente complicado do futebol leonino, a deslocação ao Porto para defrontar o clube mais representativo daquela cidade, afigurava-se de grande relevância. Nesse sentido, na Torcida Verde a mobilização foi uma prioridade trabalhada ao logo de toda a semana, apesar da deslocação à Hungria.

Uma vez mais os interesses televisivos massacraram os adeptos que se deslocaram ao Porto. Ficou bem evidente quão irrelevantes são os adeptos para os operadores televisivos e interesses comerciais associados, quando o inicio do Porto - SCP teve de aguardar pelo final do R. Madrid - Barcelona, também transmitido pela PayTV detentora do monopólio das transmissões televisivas.

Só depois do final do mediático jogo, o encontro disputado em território nacional teve autorização para o início! Degradante esta posição subserviente do futebol nacional em relação à PayTV. É certo que esta temática parece não incomodar grande parte dos "adeptos" em Portugal, submetidos à emoção do sofá.

A grande verdade é que exceptuando os que chegam a suas casas diretos para a escola ou para o trabalho, como uma vez mais sucedeu nesta deslocação, a maioria dos "adeptos" vivem a futebolite muito longe de sentirem estes pequenos detalhes. Se somarmos a isto os 25 euros do bilhete e a interminável revista para entrar no estádio, percebe-se como o futebol arrasta multidões para... o conforto do sofá, desertificando os campos da bola nacionais.

Neste contexto, mesmo o mais insensível consegue perceber o sentido de um valor como a militância vivida por alguns milhares de adeptos nesta deslocação ao Porto.

Infelizmente o SCP e seus adeptos foram penalizados com uma derrota, à qual o juiz portuense Jorge Sousa fez questão de ficar associado com uma actuação medíocre, claramente submissa ao nível dos velhos tempos do "apito azulado". Na Torcida Verde nunca nos rendemos apesar do marcador desfavorável, ainda antes do primeiro quarto de hora, Para além das habituais bandeiras e estandartes, o reinício da contenda foi pretexto para a apresentação de uma megabandeira com 12 metros por 12 metros.

Este será talvez um momento complicado na vida do SCP, para o qual todos os verdadeiros adeptos estão convocados para o apoio incondicional ao ideal leonino.

Porto 2 - SCP 0
Porto 2 - SCP 0
Porto 2 - SCP 0
Porto 2 - SCP 0
Tags:
 

 

Facebook Twitter YouTube Google+ RSS