Futebolistas da “Casa”… PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

O nosso SCP 1906, tem uma escola de formação futebolística ímpar, ao nível das melhores do mundo, sendo senão mesmo a melhor. Exemplos de primeira grandeza não faltam. Desde 1984, a Torcida Verde tem assistido ao desfile de talentos formados no nosso Clube.

Jogadores da Casa

Da geração de Carlos Xavier, Venâncio, passando pela geração de Futre, Mário Jorge, Fernando Mendes, Morato continuando com a geração de Figo, Peixe, Paulo Torres, Amaral, Marinho, depois com a “colheita” de que se destacavam Poejo, Porfírio, Andrade...e pouco depois com Dani, Luís Boa Morte, seguindo-se Simão Sabrosa, Caneira, Nuno Assis, Alhandra, logo depois Vasco Faísca, Paulo Costa e mais recentemente Hugo Viana, Ricardo Quaresma, Cristiano Ronaldo, Nani, João Moutinho, Miguel Veloso, Adrien Silva, Rui Patrício ou o Nigeriano Rabiau.

Jogadores da Casa

Presentemente pontificam na equipa principal atletas de inegável potencial, como sejam o Renato Neto ou o André Santos.

Tem sido uma vivência muito complexa e com algumas contradições mas que nos tem dado muita experiência, no que diz respeito à relação com os jogadores de futebol profissionais.

Jogadores da Casa

Basta perceber quantos anos esteve Carlos Xavier no SCP (para não falar de Manuel Fernandes e Jordão) e o que sucedeu com Futre, Luís Figo e a esmagadora maioria dos jogadores acima referidos.

Os últimos exemplos marcantes foram os de Simão Sabrosa, nado e criado em Alvalade desde criança e que depois demonstrou todo o seu “amor à camisola” vendendo-se aos lampiões! Na mesma “linha“ de ídolo proveta está a “maçã podre”, com um sem número de atitudes que culminaram com a venda apressada para os tripeiros.

Jogadores da Casa

Por estas e muitas outras lições temos como princípio fundamental "atleta que não estiver no Clube há menos de 5 ou 6 na equipa principal anos não deve merecer qualquer tipo de entusiasmo personalizado".

Contudo, jamais a a Torcida Verde tem como prática hostilizar "organizadamente" os futebolistas do SCP. Pensamos que, enquanto representantes do Clube devem ser apoiados. Apenas isso! A nossa dedicação vai exclusivamente para o SCP.

 

Setúbal 2 - SCP 0

Na Torcida Verde de há muito decidimos assumir posições em relação a temas considerados como verdadeiros "tabús" no mundo das "claques" (designação com a qual jamais nos identificámos).

Tratam-se de assuntos complicados, sobre os quais seria muito mais cómodo abdicar de tomar posição, escondendo-nos no "nim", algo tão usual numa sociedade onde a hipocrisia, o cinismo e a incoerência dominam impunemente.

Ter a coragem de tomar posição em relação a temas como a "violência organizada", "o enquadramento legal", "a política na curva", "o futebol moderno", "o ecletismo" entre outros, é uma demonstração inequívoca de coragem e maturidade.

 

Facebook Twitter YouTube Google+ RSS