Título do artigo Acessos
1 Unidos Venceremos 1935
2 Marco Chagas 2677
3 Primeiros tambores 2251
4 A primeira faixa da Torcida Verde 2459
5 Na fotobiografia do SCP 1905
6 A Bombaça na Luz 5134
7 Primeira final no Jamor. Quatro viagens com materiais "às costas". 2292
8 Um pano "Ultras"... um pano "Hooligans" 2679
9 Portugal - Itália no Jamor, apoio conjunto à selecção Lusitana 1897
10 1º Megaestandarte: reciclar! 1908
11 Paulinho "pescado" à beira-mar 2231
12 No Jornal do Sporting 2834
13 Qual foi o resultado do Sporting? 3096
14 Roubando o título aos lampiões na Luz e na última jornada 2721
15 Uma faixa "Sporting" para jogos fora 1926
16 14/12/1986 dia dos 7 a 1 2505
17 Deslocações a Innsbruck e Bergamo 1944
18 Diploma de "Núcleo Oficial" do SCP 2327
19 Campeões de Hóquei na Luz em 87/88 3298
20 Supertaça do Hóquei em Anadia com o Porto 2079
21 A Biblioteca do Sporting 1665
22 Épicas deslocações a Elvas e a Vidal Pinheiro em 1988 1809
23 Em Viseu na despedida de Vítor Damas 3215
24 Venda de Rijkaard em 1987 2166
25 A era de Jorge Gonçalves: Ajax e Real Sociedad mais do mesmo! 2096
26 Transferta a Amesterdão em Outubro de 1988 1891
27 Depondo na FPF em nome do Clube 1644
28 "Eles vão sair pela Maratona" 1580
29 Grande deslocação a Aveiro 2030
30 Nas Açoteias com o Atletismo 1834
 
<< Início < Anterior 1 2 Seguinte > Final >>
Pág. 1 de 2

SCP 0 - Basileia 0

Tratam-se de situações marcantes para os militantes da Torcida Verde que viveram essas jornadas ao vivo e a cores.

Desde 1984, o ano da sua fundação, a Torcida Verde tem vivido inúmeros episódios que forjaram o seu carácter e determinaram em grande parte a sua acção.

Tratam-se de situações marcantes para os militantes da Torcida Verde que viveram essas jornadas ao vivo e a cores.

São momentos diversos, com personagens tão diferentes como dirigentes desportivos ou institucionais até aos adeptos e cidadãos mais anónimos.

Neste espaço esses pedaços de história da Torcida Verde são evocados com humor, ironia, determinação e muita convicção. Uma abordagem que se pretende tão original como interventiva, bem evidente nos inúmeros episódios em que se denúncia a hipocrisia, o cinismo, a falta de coragem, o preconceito, a imbecilidade, a mesquinhez, a reverência ou a subserviência.

Simultaneamente muitíssimos outros momentos evocam grandes batalhas assumidas pela Torcida Verde em nome das nossas convicções e ideal clubista.

Estes textos ilustram o percurso da Torcida Verde, tantas vezes rumando num mar turbulento repleto de contradições que emergem, invariavelmente de factores exógenos e externos à natureza associativa do mundo dos clubes e dos adeptos.

 

Facebook Twitter YouTube Google+ RSS