Em Milão contra o Internacional na época 06/07 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Em 2006 a Torcida Verde realizou a sua 3ª visita a Milão, desta vez para defrontar o Inter de Milão num jogo da Liga dos Campeões agendado para 22 de Novembro.

Em Milão 2006/2007

Foi uma deslocação que se iniciou de madrugada no Aeroporto da Portela onde nos reunimos num voo rumo a Genéve na Suíça. Paralelamente, elementos do sul do país rumaram a Sevilha para aí apanharem o voo que os levaria ao norte de Itália.

Em Genebra aguardavam-nos os elementos do nosso núcleo da Suíça que rumaram connosco a Milão num autocarro previamente alugado. A viagem para Milão, de algumas centenas de km, decorreu sob a majestosa paisagem dos Alpes Suíços com um grande fervor ultra que foi crescendo à medida que nos aproximávamos da hora do jogo.

A chegada a Milão ocorreu no final da tarde com o habitual caos do trânsito milanista, agravado pelo dia de Liga dos Campeões. Sem escolta policial não foi fácil chegar ao parque de estacionamento.

A entrada para o Estádio foi célere, apesar das dezenas de bandeiras e estandartes e de uma mega bandeira de 12ms por 12ms .

Apesar da derrota por uma bola a zero e do afastamento da "Champions", esta terá sido das melhores deslocações da Torcida Verde graças à excelente atitude ao longo dos 90 minutos.

Bandeiras e estandartes agitando-se ao ritmo dos cânticos incessantes tornaram esta deslocação inesquecível, para todos os que a viveram!

Vídeo >>

 

Deslocação a Bilbau

As deslocações são desde a primeira hora uma das principais acções que na Torcida Verde potenciamos rumo ao apoio do ideal leonino.

Naturalmente a mobilização é uma tarefa indispensável para possibilitar a realização dessas deslocações. Seja no Futebol, no Andebol, no Futsal, no Hóquei-em-Patins, no Basket, no Voleibol ou no Atletismo, a Torcida Verde organizou centenas de deslocações em Portugal e na Europa.

Com o advento das transmissões televisivas, as quais ainda por cima exigem-nos suportar horários jogos intragáveis, assim como o excessivo preço dos bilhetes são factores que dificultam a mobilização.

A dificuldade na mobilização agrava-se com o processo de afastamento dos adeptos verde e brancos, que resultou da triturante erosão provocada pelos efeitos do Projecto Roquette desde meados dos anos 90.

Exemplo marcante foi o cancelamento da organização de excursões pelos serviços do Clube em 1996, dando expressão ao processo de desaculturação leonina, também pela desmobilização dos adeptos, transformados como meros consumidores.

>Apesar de tudo, na Torcida Verde jamais nos rendemos. A fidelidade às cores verde e branca é uma bandeira inquestionável.

 

Facebook Twitter YouTube Google+ RSS